Consulte o glossário de Jardim sempre que necessário.  

 A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z


A


Abertura dos botões

Fase de crescimento e abertura dos botões na primavera.

Acaricida

Substância ou produto usado para o extermínio dos ácaros.

Adjuvante

Substância ou produto sem atividade biológica mas capaz de melhorar as propriedades físico-químicas de um produto.

Adventício

Diz-se das plantas indesejadas nas culturas – sinónimo de infestante.

Anel de fadas

Círculo ou arco formado naturalmente por cogumelos selvagens. Em certas culturas, este círculo também é conhecido por "círculo dos elfos".

Anticoagulante

Substância contida no isco que provoca hemorragia interna fatal em roedores. Primeira geração de anticoagulantes: o animal tem de comer várias vezes o produto. Segunda geração: uma única ingestão do produto é suficiente.

Antigerminante

Diz-se de um produto que inibe a germinação.

Apetência

Tendência de um ser vivo para um substrato que satisfaça as suas necessidades, sobretudo de nutrição. Este termo é incorretamente utilizado para descrever a natureza ou a atração de um substrato para um ser vivo em termos de apetite.

 

B

Biológico

Substância ou produto obtido exclusivamente a partir de ingredientes naturais.

 


Caldo

Mistura, normalmente em água, de um produto fitossanitário destinado a ser aplicado por pulverização ou mergulho.

Cuidados de inverno

Tratamentos efetuados durante o período de descanso vegetativo.

Clorose

Distúrbio fisiológico que pode ter várias origens e se manifesta pela descoloração da folhagem. Por exemplo, a clorose férrica provoca o amarelecimento das folhas devido a uma insuficiência de ferro.

Colo

Zona de ligação da raiz ao caule.

Composto

Matéria orgânica em decomposição, reciclada para servir como adubo e corretor de solo.

Concentração

Quantidade de substância ou produto ativo presente numa unidade de volume ou massa de um caldo no momento da utilização. Pode, por exemplo, ser expressa em g / L.

Curativo

Tratamento que pode ser feito quando uma planta sofre de uma doença ou ataque de parasitas.

D


Deficiência

Insuficiência ou total ausência de um nutriente essencial, afetando o sistema fisiológico da planta.

Desfoliação

Queda das folhas.

Dicotiledóneas

Grupo de espécies de plantas angiospérmicas de flores ou sementes. A planta é caracterizada pela presença de dois cotilédones na semente e na plântula.

Dormência

Período em que a planta interrompe o seu crescimento e/ou em que as folhas caem. Esta interrupção permite à planta sobreviver em condições climáticas agrestes, tais como durante o inverno.

Dosagem

Quantidade de substância ativa ou preparado aplicado por superfície ou volume da vegetação a tratar.

E


Endémicas

Plantas nativas exclusivamente de determinado local ou região.

Epiderme

Tecido primário de revestimento da planta, destinado a assegurar a sua proteção.

Espalhamento


Espetro de ação

Todos os agentes nocivos para uma cultura passíveis de serem eliminados por tratamento.

F


Fertilizante (adubo)

Substância ou produto adicionado ao solo para lhe fornecer nutrientes destinados às plantas e às culturas.

Foliar

Diz-se, por exemplo, de um herbicida destinado a ser pulverizado sobre as folhas e absorvido por elas.

Fumagina

Fungo negro e pegajoso que se desenvolve sobre a melada segregada por pulgões ou insetos de escama.

Fungicida

Substância ou produto que mata fungos e trata as doenças fúngicas.

Fauna auxiliar

Diz-se dos animais presentes no jardim que eliminam parasitas; o exemplo mais comum é o do escaravelho (e respetivas larvas), que se alimenta de pulgões.

G


Grânulos solúveis

Produto cuja substância ativa é constituída por um aglomerado fino em grânulos que se dissolvem em água.

 

H


Herbicida

Substância ou produto usado para o extermínio de ervas e plantas infestantes.

Herbicida de aplicação no solo

Produto herbicida aplicado no solo e absorvido pelas raízes.

Herbicida de contacto

Herbicida que apenas mata o tecido da planta em contacto com o químico.

Herbicida sazonal

Herbicida que requer apenas uma aplicação por estação. Deve ser aplicado no início da primavera.


I


Infestação

Invasão de um local ou planta por plantas ou animais nocivos.

Inseticida

Substância ou produto usado para o extermínio de insetos.


Jardinagem biológica

Atividades de jardinagem sem utilização de produtos artificiais.

 

L


Larva

Estágio imaturo de muitos invertebrados. A fase de larva ocorre entre a postura dos ovos e a fase de ninfa ou metamorfose para o estado adulto.

Lenhosa

Planta cujos caules são de madeira, em oposição às plantas herbáceas.

Lixiviação

Ação da infiltração de águas em excesso no solo, transportando nutrientes para outros níveis e causando o empobrecimento do solo.

M


Melada

Substância açucarada que é deixada nas plantas por pulgões ou insetos de escama.

Murchidão das Plântulas

Doença (que pode ser causada por vários tipos de fungos) que provoca a morte das plântulas em apenas algumas horas.


N


NPK

Fórmula que expressa a composição de um adubo em azoto (N), potássio (K) e fosfato (P).

 

O


Oligoelementos

Elementos essenciais às plantas, mas em quantidades muito reduzidas, tais como o ferro, o boro, o molibdénio, etc.


P

Perene

Planta que, em condições normais, pode viver três anos ou mais.

Perenifólia

Planta que mantém a sua folhagem durante o ano inteiro (por exemplo, as coníferas).

Persistência da ação

Período após a aplicação de um  tratamento em que uma planta está protegida contra o ataque de pragas e doenças.

Pesticida

Substância ou produto destinado a exterminar os parasitas animais e vegetais das culturas.

Plântula

Jovem planta que emerge após a germinação da semente.

Pragas

Termo que diz respeito aos insetos e animais nocivos às culturas e às plantas.

Pós-emergente

Tratamento aplicado após a germinação de infestantes ou culturas.

Pré-emergente

Tratamento aplicado antes da germinação de infestantes ou culturas.

Preventivo

Tratamento efetuado antes de a planta sofrer de qualquer doença ou ataque de praga.

Pronto a usar (Ready to use - RTU)

Produto vendido pronto a usar (sem necessidade de calcular dosagens). Os produtos RTU encontram-se normalmente disponíveis em spray, cápsulas solúveis ou iscos.


R



Rejeição

Broto que cresce diretamente a partir da raiz ou debaixo das árvores.

Repulsivo

Substância ou produto com a capacidade de afastar organismos vivos, mais ou menos seletivamente.

Residual

Substância (herbicida, por exemplo) que permanece no solo e age sobre as raízes perenes, matando as suas sementes e rebentos.

Rizoma

Caule subterrâneo que dá origem a novos rebentos que emergem à superfície. O que diferencia o rizoma da raiz é a sua anatomia e o facto de possuir escamas e gemas. A íris e o lírio-do-vale encontram-se entre as plantas rizomatosas mais comuns.

Rodenticida

Substância ou produto destinado à exterminação de roedores.

S


Sempre-florida (sempreflorens)

Planta que dá flor o ano inteiro.

Sistémico

Uma substância ou produto que, após penetração na planta, migra dentro dela.

Ingrediente ativo de um produto. Substância ou organismo (incluindo vírus) que exerce uma ação geral ou específica contra organismos nocivos ou em plantas, partes de plantas ou produtos de plantas.

Superfícies impermeabilizadas

Superfícies como asfalto, betão, cimento, etc., onde o risco de contaminação das águas superficiais por herbicidas é significativo.

Superfície permeável

Gravilha junto a estradas, xisto... junto a árvores, arbustos, relva.

U


Utilizações autorizadas

Tratamentos possíveis para culturas e doenças/infestantes.

 

W



WSP (Water-Soluble Polymers – polímeros solúveis água)

Recipientes com produtos líquidos ou sólidos, prontos a utilizar através da dissolução do respetivo revestimento na água.